ILÊ MULHER

Onde tudo começou

Carnaval

O Bloco Ilê Mulher, foi o que deu origem a Associação Cultural e Beneficente Ilê Mulher, no carnaval de 2000, nas comemorações dos 500 anos de descobrimento do Brasil e também, quando o carnaval coincidiu com o Dia Internacional da Mulher – 8 de março. Dar visibilidade as mulheres que trabalham com o carnaval, mas que não tinham a oportunidade de participar desta festa popular, impulsionou a nossa trajetória.

Foi neste ano, que colocamos mais de 500 mulheres abrindo o carnaval de rua de Porto Alegre. De lá para cá, desenvolvendo temas voltados para as lutas das mulheres, o bloco Ilê Mulher tem marcado presença no carnaval de Porto Alegre e de Arroio do Sal, município do litoral norte.

Cópia de carnaval1

ME ENCONTREI!

Me encontrei!
O SCFV
Do Ile Mulher,
Já pude perceber,
Não é um lugar qualquer.
Na básica proteção,
Lida com a complexidade,
E sua base pra prevenção
É o que agrava a vulnerabilidade.
Trabalha a redução de danos,
E tem muita técnica pra luta,
Não tenta impor seus planos,
Os constrói a partir da escuta.
Harmoniza a convivência
Onde os vínculos fortalecem,
Estimulando a consciência,
E que todos se expressem.
Favorece a reflexão
E acolhe o sentimento,
Incentiva a comunicação
E valoriza o pensamento.
Na demanda individual
Tem um papel pro ativo,
Mas seu foco principal
É o sujeito coletivo.

Carlinhos Guarnieri
14/04/2017.

RÁDIO ILÊ MULHER

www.radio.ilemulher.org.br

RÁDIO WEB ILÊ MULHER
na ONG do rádio